Fome de autenticidade

Opções disponíveis:

 

A maior acusação contra o cristianismo é que os cristãos não têm evidenciado a espécie de amor que Jesus Cristo disse, que as pessoas conheceriam os cristãos como sendo seus discípulos por causa do amor uns pelos outros.
Nada obstrui tanto o cristianismo como o oposto do amor – ressentimento, inveja, ira, medo, ciúme e ódio. A tolerância mútua evidenciada nos apertos de mão depois de um típico culto de domingo de manhã, também está longe do amor que une os irmãos em comunhão dinâmica. No entanto, uma maior exibição de interesse uns pelos outros não é a resposta autêntica; o amor é o resultado da obediência a Cristo e da comunhão com Ele.

Se qualquer um de nós recebeu mais luz, exerceu mais dons ou recebeu mais atenções, isso deve demonstrar-se em mais humildade  e mais amor. Este é o princípio essencial do viver cristão e da revolução espiritual; sem ele, não há poder.
 
 


Autor: George Verwer
Editora: Núcleo
Páginas:
Tamanho:
Código: 20151